Tags

, , , , , , ,

post_24_09_13

Já devo ter falado aqui no Blog algumas vezes sobre ter comprado meu vestido de noiva em uma viagem aos Estados Unidos, e acredito que muitas de vocês devem ter feito o mesmo, ou cogitam fazê-lo. 

A querida leitora Fabíola sugeriu essa pauta para um post, e na mesma hora eu me empolguei e comecei a escrever! Não sou nenhuma “expert”, mas vou tentar dar algumas dicas pra vocês com base nas minhas experiências!

01 – Pesquisa

Comece pesquisando Designers e Marcas de vestidos. A Internet é nossa super amiga nessas horas! Gaste tempo pra conhecer diversos estilistas e modelos, até encontrar aquele que faz seus olhos brilharem! Além dos sites das próprias marcas, há inúmeros sites e blogs com uma seleção bem bacana de vestidos de noiva! O site da Martha Stewart faz um resumo bacana dos principais estilistas e suas coleções.

Comigo foi assim: há muito tempo pesquisava na internet procurando “meu vestido perfeito”, até que conheci a estilista Monique Lhuillier. Foi amor à primeira vista gente!! Defini dois modelos “favoritos”, e anotei seus nomes para solicitá-los quando chegasse a hora de provar vestidos nos Estados Unidos.

02 – Leve o Sonho para a Realidade!

Pesquise onde será possível encontrar seus modelos preferidos nas cidades que você irá visitar durante sua viagem. Não tem segredo gente, é pesquisando no Google mesmo! rsrsrs

Quando decidi que queria um modelo da estilista Monique Lhuillier, corri para o google pesquisar onde poderia encontrar a marca em Miami, cidade que estaria visitando. Assim encontrei a loja Chic Parisien!

É importante agendar um horário, principalmente se o período de tempo em que você irá permanecer na cidade for pequeno! Eu liguei uns 2 dias antes, mas acredito que hoje em dia já seja possível agendar via e-mail, site ou fanpage. Depende de cada loja, então você precisa pesquisar como funciona ok;)

Outro detalhe importante: caso  você e seus acompanhantes de viagem não falem inglês, é importante avisar isso previamente à loja, para que vocês encontrem alguma forma de se comunicar no dia da prova dos vestidos. 

Comigo foi assim: eu conversava em inglês, mas haviam diversos atendentes que falavam espanhol e ficavam conversando com a minha mãe! Rsrsrsrs

03 – Valores

Procure pesquisar sobre a faixa de preços, para não haver surpresas 😉 Essa parte é um pouco mais difícil, pois muitas marcas não divulgam os valores em seus sites. A solução é apelar novamente para o google, e ficar “fuçando” em fóruns e blogs onde as noivas trocam experiências.

Chegou a hora de provar seu vestido:) É uma emoção sem igual, as noivinhas que já passaram por isso vão concordar comigo! Algumas dicas pra essa hora:

04 – Experimentar Opções

Acho importante aproveitar a oportunidade pra provar outros vestidos além dos que você pré-selecionou. Sem exageros, apenas uns 2 ou 3 pra tirar a dúvida mesmo.

05 – Acompanhantes

Também acho legal levar alguém com você, se possível é claro. Já que entrei nesse assunto, vou dar um outro conselho bem importante: Essa pessoa que acompanha precisa ser alguém próximo, que te conheça bem e que acima de tudo RESPEITE SUA OPINIÃO. Acho triste ver noivas sendo pressionadas por mães, irmãs ou amigas à escolher determinado tipo de vestido. Acredito que esse momento é só seu, você precisa “se sentir” no seu vestido perfeito e pronto! Opiniões são bem vindas, mas de forma moderada e sempre respeitando a opinião final da NOIVA. Afinal de contas sua mãe/ tia / irmã já tiveram a vez delas de casar né? (ou terão futuramente)… Mas essa é a SUA vez, e portanto é a sua escolha;)

Obs: me refiro à escolha do modelo em si, e não à definição da faixa de preço do vestido. Caso a família ajude a pagar, provavelmente eles terão direito de voto no que diz respeito à valores. Mas isso já é assunto pra um outro post;)

06 – O Vestido Perfeito!

Como saber se “esse” é o vestido perfeito? Não se preocupe, você vai sentir;) Essa descoberta provavelmente envolverá lágrimas, muita alegria e emoção!

Uma vez que você tenha encontrado seu vestido perfeito, precisará se preocupar com detalhes técnicos do processo:

07 – Ajustes

Converse com a loja pra saber quando tempo eles demorariam para realizar os ajustes no vestido, para ver se será possível esperar de acordo com seu cronograma de viagem.

Comigo foi assim: eu teria mais 20 dias nos Estados Unidos, então eles pediram 15 dias pra realizar os ajustes. Após a primeira prova, precisei voltar lá 2 vezes, sendo que a última vez já trouxe o vestido comigo:)

08 – Viagem

Como trazer o vestido na viagem de volta? Bom, aí é que entra nosso “jeitinho brasileiro” rsrsrs. Já ouvi falar de noivas que vieram com o vestido no colo pra não amassar… No meu caso, não foi necessário pois meu vestido não amassava, então embalamos bem e colocamos na mala (Obs: a mala era daquelas “duras” bem resistentes, e além disso nós passamos aqueles plásticos em volta dela pra proteger). Fiquei com o coração na mão, mas ele chegou inteiro e em perfeito estado:)

Separei algumas fotos das minhas provas, e da loja onde comprei meu vestido:

post_24_09_13_02post_24_09_13_03

Pra quem estiver cogitando viajar à Miami pra realizar a compra, posso indicar as seguintes lojas que conheci em minha passagem por lá: Chic Parisien, Ever After, Pronovias. Com certeza há diversas outras lojas (se alguém souber de alguma, por favor comente!!).

Bom gente, acho que essas são minhas dicas:) Caso vocês tenham dúvidas sobre o assunto, ou tenham suas próprias histórias pra contar, por favor comentem;)

assinatura2-19
Anúncios