Tags

No “Curiosidades” de hoje vamos falar de uma peça muito importante para a noiva se tornar realmente ‘noiva’! É o bouquet!

Image

A tradição do buquê de noiva está ligada a simbologia da vida, já que as flores são os órgãos reprodutores das plantas, portanto está ligada a fertilidade.

Acredita-se que o buquê teria surgido na Grécia como uma espécie de amuleto contra o mau-olhado e, o buquê era feito com uma mistura de alho, ervas e grãos. Esperava-se que o alho afastasse maus espíritos e as ervas ou grãos garantiam uma união frutífera.
Na Idade Média era comum a noiva fazer o trajeto a pé para a igreja e no caminho recebia flores ou ervas e temperos para trazer felicidade e boa sorte. Ao fim do trajeto ela tinha já formado um buquê e cada um destes presentes tinha um significado referente, assim os antigos romanos costumavam atirar flores no trajeto da noiva, pois acreditavam que as pétalas fariam a noiva ter sorte e dar carinho ao marido.

Image

Já na antiga Polônia, acreditava-se que, colocando açúcar no buquê da noiva, seu temperamento se manteria “doce” ao longo do casamento.

Durante minha pesquisa, também encontrei uma outra historia um tanto curiosa rsrs. Querem ver?

Durante a idade média, as pessoas não tinham o costume de tomar banho e manter a higiene diariamente assim como nós. Elas tomavam pouquíssimos banhos porque acreditavam que isso fazia não bem para a saúde. Podemos imaginar o aroma gostoso né? Rsrs

As noivas pegavam então algumas flores para assim disfarçar seu ‘perfume’ natural!

E ai noivas, qual das duas vocês acreditam?

Fonte: Tudo Vira Foto, Superinteressante

Image

Anúncios