Foi há uns dois ou três anos atrás, nas aulas de Teoria do design com o professor Bini, na PUC, que eu a conheci. Linda e imponente, a grande catedral de Florença “Santa Maria del Fiore”, também conhecida como Duomo. Hoje, quando subi 500 degraus pra chegar ao topo da cúpula (foi dificil!!), e caminhei pela nave da catedral, percebi por que Florença é a cidade da “Síndrome de Stendhal*. Linda, maravilhosa, impressionante… E ate difícil de descrever!! Eu amei:))
Continuamos nossa viajem e deixamos Florença pra trás, já com muitas saudades da vista da nossa janela… No caminho de Milão passamos no museu da Ferrari (quem me conhece deve estar rindo!! Rsrsrs). Não sou muito chegada em carros, mas me surpreendi, foi muito bacana, e o marido adorou:)) Indico para os amantes de carros, corridas e etc.
Chegando em Milão, fomos dar uma volta pela cidade e conhecemos a Galleria Vittorio Emanuele II. Linda, charmosa e chiquerrima!!
Por fim, comemos uma pizza deliciosa:) Só na Itália pra ser tão boa.., rsrsrs!
Ciao, Pri.

*A Sindrome de Stendhal (também conhecida por Síndrome de Florença), é uma doença psicosomática que causa um aumento no ritmo cardiaco, vertigem, confusão mental e enjôo, quando um individulo está diante de uma obra de arte muito bonita.

20120613-230003.jpg

20120613-230010.jpg

20120613-230021.jpg

20120613-230028.jpg

20120613-230039.jpg

Anúncios